quinta-feira, 16 de abril de 2009

Até quando???

.







“Repensar a história do Brasil e a história do Rio Grande do Sul significa principalmente romper com certos mitos e desconstruir certas representações do passado que não têm mais muita utilidade analítica para a historiografia contemporânea. A concepção de fronteira utilizada pela historiografia tradicional é uma dessas formas de representação idealizada, que supervaloriza as rivalidades e a exclusão entre povoadores hispânicos e lusitanos. Isso sem falar na exaltação das virtudes quase heróicas de um grupo de colonizadores/conquistadores que garantiu a posse do território rio-grandense para a causa portuguesa e também para o Brasil.”
KUHN, Fábio. Breve História do Rio Grande do Sul. Porto Alegre: Leitura XXI, 2007, p. 23.

.
Share |

Um comentário:

Rafa disse...

Poti!Te achei por estas bandas.
Adorei o blog...está nos meus favoritos.
Beijo

Related Posts with Thumbnails