sexta-feira, 17 de abril de 2009

Rig Veda e Madredeus







"Suave sopera o vento,


















suave flui o rio,


















que os dias e as noites nos tragam felicidade,


















que o pó da terra produza felicidade,


















que as árvores nos façam felizes com seus frutos,


















que o Sol nos envolva de felicidade... "
























by Rigveda.





E pra acompanhar tão belas palavras, só mesmo Madredeus "Haja o que houver"





Haja O Que Houver

Madredeus

Composição: Pedro Ayres Magalhães

Haja o que houver
Eu estou aqui
Haja o que houver
espero por ti
Volta no vento ô meu amor
Volta depressa por favor

Há quanto tempo, já esqueci
Porque fiquei, longe de ti
Cada momento é pior
Volta no vento por favor...
Eu sei quem és
pra mim

Haja, o que houver
espero por ti...
Há quanto tempo, já esqueci
Porque fiquei, longe de ti
Cada momento é pior
Volta no vento por favor
Eu sei quem és
pra mim
Haja, o que houver
espero por ti...



...Com uma doce umma...
Share |

2 comentários:

Geison Aquino disse...

Que vejamos a beleza do fruto das folhas do verde da porta velha do mato molhado no passaro dos raios do sol e de tudo mais que nos mostre e nos traga um pouco de possivel....



"Um pouco de possivel se não eu sufoco"

Anônimo disse...

Tudo na vida passa.

Related Posts with Thumbnails