segunda-feira, 23 de novembro de 2009

East, West...


"Tornei-me cidadão britânico naquele ano. Fui um dos afortunados, suponho, porque, apesar daquele jogo de xadrez, Dodo ficou do meu lado. E o passaporte de fato, de várias maneiras, libertou-me. Permitia-me ir e vir, fazer escolhas que não as que papai desejaria. Mas também eu tenho cordas em torno do meu pescoço, tenho-as até hoje, puxando para esta e aquela direção, Oriente e Ocidente, os laços apertando, ordenando: escolha, escolha." (RUSHDIE, 1995, p. 224)


ORIENTE
Bom conselho é mais raro que rubis.
A rádio livre.
O cabelo do Profeta.

OCIDENTE
Yorick.
No leilão dos chinelos de rubi.
Cristóvão Colombo e rainha Isabel de Espanha consumam seu relacionamento (Santa Fé,. a.d. 1924)

ORIENTE, OCIDENTE
A harmonia das esferas
Tchekhov e Zulu.
O corteiro.


Lançado no Brasil com o título "Oriente, Ocidente" é uma coletânea de contos indianos escritos por Salman Rushdie. Alguns já haviam sido publicados em outras ocasiões e foram reunidos em 1994 para formar este pequeno livro dividido em  três partes: Oriente, Ocidente e Oriente-Ocidente.

Contos sobre casamento arranjado, imigrantes indianos vivendo fora da sua pátria, uma jovem mulher buscando liberdade em Bom conselho é mais raro que rubis... Os sonhos de um pobre dono de jinriquixá que casou com a viúva de um ladrão em A rádio livre. O agiota, o ladrão dos ladrões e a sina de uma família no gélido inverno de Serinagor em O cabelo do Profeta.

No leilão dos chinelos de rubi discussões e seres imaginários em torno de um leilão "Qual o preço da tolerância se o intolerante também não é tolerado?" (RUSHDIE, 1995, p. 102). Questionamentos sobre as duas alteridades, o duplo não-pertencer de Eliot em A harmonia das esferas.

Não deixe de ler a doce Mary-Certamente em O corteiro:

"- Não - disse ele em voz alta, franzindo a testa. Quais seriam os caminhos corretos? Ah, bom, o nome era aquele. - Ghats - disse com orgulho. Palavra que constava num atlas escolar havia muito tempo, quando a Índia parecia tão distante quanto o Paraíso. (Hoje em dia o Paraíso estava ainda mais distante, mas a Índia, e o Inferno, estavam um pouco mais perto.) - Gaths ocidentais, ghats orientais, e agora ghats de Kesington - disse, dando uma risadinha. - Montanhas.
Ela parou na frente dele no saguão apainelado de carvalho.
- Mas ghats na Índia também são escadas - disse ela. - Sim sim certamente. For exemplo na cidade sagrada hindu de Varanasi, onde os brâmanes se sentam recolhendo o dinheiro dos feregrinos, é chamada Dasashwamedh-ghat. Larga-larga escada que desce até o rio Ganga. Oh, muito certamente! Também Manikarnika-ghat. Confram lume de uma casa com um tigre que salta do teto... sim certamente, uma estátua de tigre, colorida for tecnicolor, o que o senhor está fensando? ... e eles o levam numa caixa fara lançar fogo aos corcos de seus entes queridos. Fogueiras de funerais são de sândalo. Fotografias não são fermitidas; não, certamente não." (RUSHDIE, 1995, p. 184)


RUSHDIE, Salman. Oriente, Ocidente. São Paulo: Companhia das Letras, 1995.
Share |

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails