sábado, 26 de dezembro de 2009

A arte helenizante de Gandhara



 "A arte de Gandhara representa um momento fecundo de encontro entre a estética helênica e a indiana." (ALBANESE, Marilia. Índia Antiga. Barcelona: Folio, 2006. pág.107)


 

A Arte pode dizer muito sobre a História Cultural da humanidade. A produção de artistas de milhares de anos atrás serve de fonte de pesquisa para os Historiadores na atualidade pela possibilidade de expressão de padrões artísticos, estilos, influências...




Se você gosta de admirar arte poderá se impressionar com as imagens de Gandhara. As famosas representações de Buddha desta região do Noroeste do Subcontinente Indiano, que estão localizadas atualmente no território do Pakistão e Afeganistão. Região que interligava Oriente e Ocidente na Rota da Seda (Silk Route) e que fez parte, entre outros, da expansão de Alexandre, o Grande.

 

 

Você não precisa viajar até o Paquistão para conhecê-las. A grande maioria das obras não estão em seus locais de origem. Elas estão em museus, galerias ou fazem parte de coleções particulares na Índia, na América do Norte e sobretudo na Europa. 
O Velho Continente abriga inúmeras coleções de arte asiáticas. A imagem abaixo, por exemplo, é um exemplar de arte de Gandhara e faz parte do acervo do Museu Guimet em Paris. Este Museu Nacional de Arte Asiática tem um acervo riquíssimo em livros, fotografias e objetos de arte da Índia, China, Japão, Camboja, Paquistão, Nepal, Afeganistão, entre outros.


Se você analisar as imagens de Gandhara verá na postura e nas pregas das túnicas o estilo greco-romano, ao passo que no formato dos olhos e lábios, um estilo tipicamente indiano.





 As imagens de Gandhara "foram feitas nos primeiros séculos da era cristã, quando começaram a aparecer as primeiras imagens do Buda. A arte sagrada tende a ser fixa e conservadora em suas formas, com pouco espaço para as mudanças, mas a ascensão do budismo proporcionou a oportunidade do florescimento de novos estilos de arte.
Os escultores gandharanos sentiram-se amplamente influenciados por seus contatos com a cultura greco-romana, e sua arte é uma impressionante fusão de estilos clássicos ocidentais e indianos." (JOHNSON, Gordon, Cultural atlas of India. Barcelona: Fólio, 2008. pág. 66)


Mais imagens de Gandhara você encontra, entre outros, no Museu Guimet em Paris, no Vitória and Albert Museum em Londres, no Ashmolean Museum  de Oxford e também no Museu Nacional de Delhi.
Share |

2 comentários:

Devathai disse...

Menina, esse post foi uma verdadeira aula de história! Interessantissimo!

Potira disse...

Bhá Flávia,

Sabes que desde o primeiro mini-curso que eu fiz com a historiadora Carmen Lícia Plazzo de Brasília eu me encantei com arte indiana.

Ela trabalha com História do Oriente por volta de 3 décadas, é budista e apaixonada por arte.

Estou finalizando um post sobre as pinturas budistas das cavernas de Ajanta, pertinho de Mumbai.

Tem muita coisa interessantíssima para ver e estudar sobre a Índia...

=)

Related Posts with Thumbnails