sábado, 29 de maio de 2010

O passeio da Índia II - Um pouco mais de Arte Contemporânea Indiana

O passeio da Índia II – Cena contemporânea

Iris Jönck em 17 de fevereiro de 2009  in Procurando Bob

cir12
O destaque de arte contemporânea fica para a exposiçao da Casa Asia em parceria com a Walsh Gallery, que traz artistas atuais em alta e que contam com projeção internacional.
Entre os meus destaques, considerando a temática social, o uso de ferramentas e o resultado estético , estão:
Reena Sini Kallat, que trabalha temas como família, pobreza e guerra. Ela usa a ironia revelando a fragilidade do ser humano diante das forças políticas opressivas. O trabalho abaixo “Sellos pintados (2007)”, exposição da Casa Asia, foi feito com carimbos pintados construindo figuras humanas.
dsc079811
dsc07984
dsc07985
Shilpa Gupta, Mumbai, transita em diferentes disciplinas e suportes tendo em seu portfólio diversos trabalhos com apoio de tecnologia digital e web. Sua obra gira em torno de desejo, religião e a noção de segurança em espaços públicos e fronteiras.
dsc080001
Security Caps (2008), exposiçáo da Casa Asia.
001
shilpa
Esta obra acima (2004-05) contava com a interatividade do público e tratava tanto do tema da guerra e “banalizaçao” do assunto como também de como somos manipulados  socialmente. Ao clicar as figuras mudavam de posiçao e copiavam um líder da imagem.
Um trecho do texto dela que acompanha a instalação:
“In this wall projection, are seven figures, all dressed up in the camouflage – which has become increasingly fashionable after the War on Terror Campaign. First in the West, and more recently, spilling East onto the streets outside my home. Now I can walk into shops two blocks from where I live and buy camouflage gear. Camouflage makes you feel Cool and masquerade Terror. Terror is quite Cool.


Click on the figures and they move, they copy, they imitate. Click one, click two, choose a leader, become a leader and the rest follow. If they stop, click them up and they join.


Exercise 1 – 2 – 3 – 4. One Bend, Two Bend, Three Bend, Stay. Look Straight – Don’t See – STAY.

Barthi Kher. Nascida em Londres, atualmente mora e vive em Nova Delhi. Seu trabalho faz referência a construção de identidades, gêneros, raças, cultura de consumo e globalização. Criou interessantes construções através da exploração do elemento bindi, que são as marcas circulares vermelhas que as mulheres casadas indianas fazem no centro do rosto, alusão ao símbolo hindu do terceiro olho.
cir31
heart-bindi
detail
cir5
Aqui detalhes do bindis nesta escultura de elefante que fazia parte junto com o coração da exposição ” An absence of assignable cause” de 2007 ma Jack Shainman Gallery, Nova York.
dsc07998
Painéis em exposição na Casa Asia com figuras humanas híbridas.
Share |

5 comentários:

Anks e Ellen. disse...

Adorei as peças, bastante singulares mas que expressam bem a India..em costumes.. Só não entendi o elefante,,,
Ele foi todo feito em Bindis???
Interessante...
Parabéns....
Ellen

Eder Santos Carvalho disse...

Oi, eu gostei da obra de Barthi Kher, muito interessante o trabalho dela com o elemento bindi.Cria uma espécie de atração visual que leva você a percorrer todo o quadro sem se deter a detalhes!

۞ Potira ۞ disse...

Ellen,

Obrigada pela visita e pelo comentário! Que bom que você gostou do post.

Eu adoro arte contemporânea e adorei as propostas destas exposições.

Pois é, do elefante eu ainda estou queimando neurônios pra identificar se a escultura foi feita com cartelas de bindi ou algo do gênero...

=D

Eder,

É meu favorito também, adorei aquele efeito de psicodelia... Coloridos me encantam!!!

=D

Flávio disse...

nossa muito legal
os trabalhos

te mais

DÉBORA ROBERTA disse...

amei.
o uso das cores me encantou.
mas o q mais achei interessante foi o indecifrável ELEFANTE, me apaixonei por ele. ele é foi feito d q?
ótimo post.

Related Posts with Thumbnails