terça-feira, 17 de agosto de 2010

"colhe-a enquanto é tempo..."

6


Colhe e leva essa pequena flor, não demores! Receio muito que ela se incline e desfaleça na poeira.
Talvez ela não encontre lugar na tua grinalda; honra-a, porém, com um toque dolorido da tua mão e colhe-a. Receio muito que o dia termine antes que eu o perceba, e que passe a hora da oferenda.
Embora, não seja intensa a tua cor e seja débil o teu perfume, serve-te assim mesmo desta flor e colhe-a enquanto é tempo.


(TAGORE, Rabindranath. Gitanjali. São Paulo: Martin Claret, 2006.)
Share |

6 comentários:

Eder Santos Carvalho disse...

Que texto lindo.Em pouca palavras expressou muito!!

Eder Santos Carvalho disse...

Que texto lindo.Em pouca palavras expressou muito!!

O Druída disse...

Olá,

Muito bonito seu blog, coloquei um link no meu indicando o seu...

Parabéns.

Flor Baez disse...

Lindo mesmo Potira!
As coisas não esperam por nós, né!
Simplesmente tudo acontece, a vida segue seu ciclo e se não acompanharmos perdemos o passo.
Bjs

Mirella disse...

Que bacana, Potira! E adoro esse som de fundo...

lina disse...

Que texto maravilhoso, amei!!

Related Posts with Thumbnails