terça-feira, 17 de agosto de 2010

"colhe-a enquanto é tempo..."

6


Colhe e leva essa pequena flor, não demores! Receio muito que ela se incline e desfaleça na poeira.
Talvez ela não encontre lugar na tua grinalda; honra-a, porém, com um toque dolorido da tua mão e colhe-a. Receio muito que o dia termine antes que eu o perceba, e que passe a hora da oferenda.
Embora, não seja intensa a tua cor e seja débil o teu perfume, serve-te assim mesmo desta flor e colhe-a enquanto é tempo.


(TAGORE, Rabindranath. Gitanjali. São Paulo: Martin Claret, 2006.)
Share |

6 comentários:

Eder Santos Carvalho disse...

Que texto lindo.Em pouca palavras expressou muito!!

Eder Santos Carvalho disse...

Que texto lindo.Em pouca palavras expressou muito!!

Anônimo disse...

Olá,

Muito bonito seu blog, coloquei um link no meu indicando o seu...

Parabéns.

Flor Baez disse...

Lindo mesmo Potira!
As coisas não esperam por nós, né!
Simplesmente tudo acontece, a vida segue seu ciclo e se não acompanharmos perdemos o passo.
Bjs

Mirella disse...

Que bacana, Potira! E adoro esse som de fundo...

Anônimo disse...

Que texto maravilhoso, amei!!

Related Posts with Thumbnails