terça-feira, 22 de fevereiro de 2011

Um pouco mais de Jaipur

Jaipur 
Os palácios rosados do Rajastão

A cidade de Jaipur é uma fonte inesgotável de sensações para quem a visita. Capital da província do Rajastão, no noroeste da Índia, tem o apelido "Cidade Rosa", por causa da cor de muitos de seus palácios e monumentos. Por suas calçadas desfilam homens de turbante e mulheres trajando sáris de cores cintilantes, enquanto as ruas são tomadas por uma caótica mistura de carros de três rodas, elefantes e carroças puxadas por camelos. A 300 quilômetros ao sudoeste  de Nova Délhi, Jaipur é sede da cultura dos rajastanis - uma etnia de guerreiros que deu à Índia alguns de seus mais poderosos marajás. Ela foi planejada pelo marajá astrônomo Jai Singh II, no século 18. Sua maior atração é o Palácio da Cidade, construído em 1727, que ocupa uma área repleta de jardins e templos no ponto mais alto de Jaipur. No centro dessa edificação está o Palácio da Lua, de onde se tem uma vista privilegiada da região.

Janela discreta

Um dos monumentos mais fantásticos de Jaipur é o Palácio dos Ventos. Com cinco andares, forma semi-octogonal e cor avermelhada, o prédio lembra uma colméia e foi erguido em 1799 para ser residência das mulheres do marajá. De suas janelas, elas podiam ver o movimento das ruas sem que seus rostos fossem vistos por outros homens.

Revista Terra, ano 12, n° 133, maio de 2003. Encarte especial: Coleção Maravilhas da Terra. Cidades Antigas, página 30.
Share |

2 comentários:

Eder Santos Carvalho disse...

Lindo o Palácio!A simetria da fachada encanta!Tem-se a impressão de que qualquer lugar que você observar o prédio, existe uma ordem, uma composição harmoniosa!

۞ Potira ۞ disse...

Eder,

Eu que não sou arquiteta adoro ficar vendo as maravilhas arquitetônicas da Índia, imagina vocês por lá.

=)

Related Posts with Thumbnails