segunda-feira, 28 de março de 2011

O que esse indiano tem de estranho?

"(...) Era como se perguntassem com o olhar: "O que esse indiano tem de estranho?". Mesmo quem cruzava comigo na rua irradiava essa questão. Ao longo dessa viagem (e em várias outras que fiz no passado), com bastante frequência surgia a pergunta: "De onde você é?". Eu respondia que era brasileiro - e logo vinha a contestação: "Impossível! Você é indiano...". Uma, duas, três - dezenas de vezes. Já vou logo dizendo que isso me deixa bem contente. (Claro que eu adoro, tenho paixão, me orgulho, sou feliz - tudo porque sou brasileiro; mas essa confusão de nacionalidades sempre me pareceu bem interessante.) Mas naquele momento, na própria Índia, ninguém precisava mais perguntar. As pessoas automaticamente presumiam que eu era indiano - e pronto! Mas logo vinha aquele olhar que questionava: "Mas tá faltando alguma coisa pra ele ser realmente indiano...".
Acho que sou alto demais. A cor da pele, um pouco menos forte (apesar de eu estar então bronzeado - de trabalhar debaixo do sol forte, vamos deixar bem claro!!!). E o sotaque em inglês não enrola a língua nos "erres" na medida certa. Ah! e falta eu balançar a cabeça enquanto falo (numa das características mais simpáticas dos indianos, todas as conversas são pontuadas por balançadinhas de cabeça, como aqueles bichinhos que ficam apoiados no vidro traseiro de alguns carros; não conheci linguagem corporal mais simpática do que essa). Mas, descontados esses obstáculos, tenho o prazer de circular por aqui como se fosse indiano."

CAMARGO, Zeca. A fantástica volta ao mundo/registros e bastidores de viagem por Zeca Camargo. São Paulo: Globo, 2004. Página 166- 167.
Share |

4 comentários:

Gori disse...

Ah há! Eu sempre disse que ele tem cara de indiano! :P

O livro é bom? Me coço para comprar...

۞ Potira ۞ disse...

Bhá Gori,

O livro tem algumas passagens interessantes, se tu gosta de ler relatos de viagens pode ser uma boa aquisição...

Um abraço

=)

Samba disse...

Bem que eu queria que fosse assim comigo... mas não tem jeito, pelo menos não na Índia!

۞ Potira ۞ disse...

Pois é Samba,

Nós que temos cabelo, pele e olhos de cores claras não temos como passar despercebidas... uahuhauhauha

=P

Related Posts with Thumbnails