sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Olhares oblíquos e penetrantes



"A Ásia também tem a sua voz atraente, o seu calor úmido no qual os corpos e as almas se dissolvem, os seus olhares oblíquos e penetrantes. A Ásia também tem a sua arte sublime, os seus risos, os seus mitos, as suas vozes submissas, os seus pés descalços,  a sua poeira e as suas flautas.


Mas há um mal-estar enorme naquele calor úmido, seus olhares de aço são severos demais, assim como há história demais naqueles ritos e mitos, miséria demais naqueles pés descalços e naquela poeira.(...)"

(DE MASI, Domenico. O ócio criativo. Rio de Janeiro: Sextante, 2000. p. 334)
Share |

Educar para o ócio...

"Educar para o ócio significa ensinar a escolher um filme, uma peça de teatro, um livro. Ensinar como pode estar bem sozinho, consigo mesmo, significa também levar a pessoa a habituar-se com as atividades domésticas e com a produção autônoma de muitas coisas que até o momento comprávamos prontas. Ensinar o gosto e a alegria das coisas belas. Inculcar a alegria."


(DE MASI, Domenico. O ócio criativo. Rio de Janeiro: Sextante, 2000. p. 325)
Share |

Se sentir em casa...


"O cigano se sente em casa em qualquer lugar."

(DE MASI, Domenico. O ócio criativo. Rio de Janeiro: Sextante, 2000. p. 164)
Share |
Related Posts with Thumbnails