domingo, 10 de agosto de 2014

Razão e emoção

"Entre os muitos significados sugeridos para os conceitos de razão e racionalidade, nenhum foi mais destrutivo que aqueles que opõem sistematicamente a razão à emoção, isto é, que opõem racionalidade como sensatez a emocionalidade como insensatez. Ser racional é ser desapaixonado, "indiferente", não movido pela emoção. Ser emocional, em contraposição, é ser cego para a razão. Penso que esta oposição entre racionalidade e emoção precisa ser reconsiderada, e a prioridade dada à razão desapaixonada (ou sem paixão) profundamente questionada."

SOLOMON, Robert. Espiritualidade para céticos: Paixão, verdade cósmica e racionalidade no século XXI. Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 2003. p. 156-157.

Share |

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails